[VÍDEO] 5 atitudes para quem deseja mudar de profissão (e de vida) aos 45 do segundo tempo!

Segundona começando e eu sei que muita gente já acorda bufando e de olho no fim de semana.

Eu já passei por isso e sei bem como é. Eu também já saí dessa situação e sei bem como é.

Você tem uma escolha. Você pode não gostar dela num primeiro momento, ela pode não ser fácil… Mas você pode sim mudar sua situação. E quando você não puder mudá-la, você pode mudar a sua maneira de encarar as coisas.

Uma vez rolou um #snapão da Vida Autoral lá no Snapchat (aliás, me segue lá? bialomb) e uma grande amiga minha, a Camies, desabafou sobre estar “velha com 29 anos” para mudar de carreira. Foi quando meu cérebro deu um duplo twist carpado.

Num arroubo snapístico, decorri sobre o tema: É possível mudar de profissão aos 45 minutos do segundo tempo? Foi impressionante o feedback da galera, então achei pertinente falar um pouco disso aqui.

Vamos lá?

 

BAIXE GRÁTIS o Ebook O Be a Bá da Criatividade

Desenvolva uma rotina mais criativa! Neste ebook GRATUITO eu compartilho com você 23 ações para lascar fogo no seu gênio criativo. Fáceis de implementar, pra começar HOJE!

Montei pra você uma lista com as 5 atitudes pra quem deseja mudar de profissão (e porque não de vida) aos 45 do segundo tempo.

Vamos lá?

1. Identifique as suas paixões

Quem não sabe o que quer, aceita qualquer coisa. Eu falo e escrevo tanto isso aqui que deveria tatuar na testa para facilitar a vida 😉

Na hora de “chutar o balde” e se jogar em um novo caminho profissional é importante aprender a identificar suas paixões. Não que um novo trabalho seja garantia de um oceano plácido e sem ondas, mas realizar tarefas diárias que te inspirem e motivem é fundamental para não trocar seis por meia dúzia.

A importância de estar presente nas suas ações profissionais (e não pensar em quantas horas falta para acabar o dia) e estar feliz (sentir realização nas tarefas diárias) é sentir-se motivado. Acredite, você precisa de um trabalho que te inspire e mova primeiro e não um que vá te deixar rico.

Trabalhar com paixão é trocar a ordem das coisas: primeiro satisfação pessoal, depois dinheiro.

Quer uma ajuda para começar a identificar aquilo que te motiva? Liste todas as idéias que tiver para uma nova carreira. Das mais absurdas às mais realizáveis. Não filtre nada, deixe a caneta fluir sem medo no papel. Ao lado de cada uma coloque a sua capacidade real de realizar tais tarefas. O objetivo aqui é unir paixão com habilidade. Separe duas ou três atividades que você gosta muito e faria muito bem.

Ahhhh, e não se esqueça de um ‘detalhe’ importante. Muita gente se angustia quando percebe que é praticamente impossível escolher uma única paixão, uma única carreira. Fique tranquilo, é bem provável que você seja um multipotencial. Isso não é maldição, é a melhor constatação que você vai fazer na sua vida!

2. Tenha paciência

Nada transformador acontece com facilidade e de um dia para o outro. As pessoas têm uma idéia errada de que só porque você está realizando algo que ama a vida vai ser fácil como um conto de fadas. Mesmo que você adore seu novo trabalho ele ainda será…. trabalho. E todo mundo sabe que trabalhar pode ser algo complicado, tem sempre o outro para lidar e situações imprevisíveis que aparecem para bagunçar tudo.

Portanto, tenha paciência. Não é porque você está realizando um sonho que ele tem que dar certo desde o dia um. Aprenda a driblar com otimismo os problemas. Não os veja como uma derrota e sim como uma oportunidade de ajustar o seu caminho.

É importante anotar todas as coisas que sairem dos seus planos. Ignorar isso é insistir em um caminho que levará ao fracasso. Anote os erros e, ao lado, anote as soluções. Para tudo se encontra uma nova maneira. Não desista ao primeiro obstáculo. Confie na sua paixão!

3. Pense positivo

Tomar as mesmas decisões e esperar resultados diferentes é coisa de gente doida. Quando enfrentamos a hora de mudar nossas vidas é inviável nos apoiarmos na mesma maneira de pensar e agir. Se você deseja mudar sua vida precisa, antes, mudar a chavinha dos seus pensamentos, do medo para o amor e confiança.

“Se você muda, tudo muda.”- Hermes Trimegisto

O sociólogo Robert K. Merton tem uma teoria chamada de profecia autorrealizável. Ele diz que nossa conduta está condicionada pelo que prevemos que vai acontecer. Se você imaginar tudo dando errado é muito provável que esse seja o caminho que irá percorrer…

Por isso te afirmo: não dá pra fazer um approach pessimista na hora de planejar uma nova carreira ou trabalho. É começar com o pé esquerdo. Idéias como essas abaixo devem ser abolidas da sua cabeça:

E se não der certo?
O que as pessoas vão pensar de mim?
E se eu não for bom o suficiente nesta nova carreira?
E se as coisas não sairem como eu imaginei?

Em um nível inconsciente, nossa mente guia nossos atos para permitir que aquilo em que acreditamos que acontecerá possa se tornar realidade. Ou seja, ao invés de se fazer as mesmas perguntas, todas baseadas no medo, que tal fazer novas perguntas, baseadas na possibilidade de sucesso e crescimento?

Como será a minha vida quando a mudança der certo?
Como poderia ajudar as pessoas com meu novo trabalho?
Quais os novos aprendizados que surgirão com essa mudança?
Como minha vida poderá mudar para melhor?

Mude sua mente e mude o mundo ao seu redor!

4. Pense fora da caixa

Antes de mais nada: é improvável que você vá reinventar a roda. Mesmo que você a reinvente, pensar fora da caixa não tem nada a ver com isso.

Quando pensamos na idéia do “fora da caixa” já imaginamos alguém tendo a idéia do século como o Steve Jobs ou o Bill Gates. Como bem disse o Danilo Bressan também lá no Snapchat a criatividade mora, muitas vezes, na simplicidade. Identificar suas qualidades e usá-las da melhor forma é o caminho mais curto para o sucesso.

Comece escrevendo como você pode realizar suas vontades e paixões e, no processo, ajudar as pessoas ao seu redor. Não pense egoisticamente. O criativo usa dos seus dons para compartilhar novas idéias, beleza e benfeitorias.

Pensar fora da caixa é encontrar maneiras de transformar sua paixão em algo útil para as pessoas! É o velho conceito de encontrar a oportunidade e somá-la com a demanda, só que de um jeito mais altruísta.

Ahhh, algo muito importante. Você não precisa dar uma ‘de louco’  e largar tudo de um dia para outro. Criar projetos paralelos e que te animem nas horas extras é um excelente caminho para exercitar a tal da criatividade.

5. Junte-se com pessoas que tenham os mesmos planos e ideais que você

Ninguém constrói um império sozinho. Quando você pensa positivamente sobre a possibilidade de uma nova idéia, o ato não deveria ser solitário. Nós somos seres sociais, eternamente em contato com outras pessoas. É muito importante aglutinar pessoas com os mesmos ideais e intenções do que você. Elas podem, e muito, ajudar em sua busca e você, em troca, pode sim ajudá-las nas suas.

Sem dúvida alguma é mais fácil realizar conquistas em grupo. Juntar diferentes talentos em busca de um objetivo comum, sabe? Comece perguntando ao seu redor o que as pessoas acham de determinada idéia e se elas topariam trabalhar com você nisso ou te dar uma oportunidade para que você as ajude.

Se você não conseguir identificar ninguém nadando na mesma praia que você, calma. Que tal procurar grupos e locais de co-working? É uma ótima maneira de trocar idéias, arejar o cérebro e trocar ajuda com criativos. Estamos na era da colaboração! Nunca se esqueça disso.

Se você está precisando de um empurrãozinho para mudar as coisas de lugar aí na sua vida, que tal dar uma olhada no meu livro Criatividade Empática Ele pode te ajudar a transformar a sua maneira de encarar a criatividade e a busca pelo seu propósito de vida, sabia?

 

Você gostou desse texto? Então 'bora compartilhar criatividade com a galera!