Se você é como qualquer ser humano na Terra (algo me diz que você é, confessa, eheh), já deve ter experimentado momentos onde encontrar motivação para levar a diante aquele projeto ou sonho criativo, parece tarefa pra yogui, certo?

Errado.

A motivação mora aí dentro de você, essa danadinha. O segredo é descobrir qual tipo de motivação você anda cultivando, isso sim faz TODA A DIFERENÇA!

Motivação Intrínseca x Motivação Extrínseca

Quando falamos em como encontrar motivação pra sacudir a poeira e partir atrás das metas e sonhos é muito importante entender que existem dois tipos dela:

A motivação intrínseca: É aquela inerente ou inata, ou seja, uma motivação que não precisa de favores externos como dinheiro, fama ou poder para existir. Esse tipo é o motivador pessoal mais eficaz de uma pessoa. Tudo o que desencadeia em você o desejo de fazer algo por puro interesse/paixão é um motivador intrínseco. Tudo aquilo que você sente prazer em realizar, independentemente do resultado, tem o poder de jogar a sua motivação lá no alto!

E a motivação extrínseca: É aquela que se liga à recompensas ou incentivos fornecidos por uma pessoa ou entidade externa para motivar a ação. As empresas normalmente usam estruturas de remuneração, elogios e prêmios aos empregados como motivadores extrínsecos, buscando incentivar os funcionários a trabalhar em níveis ótimos. Até as notas na escola podem ser consideradas um motivador extrínseco, se você parar pra pensar. O aluno estuda porque precisa delas, não porque gosta do tema ou se diverte ao aprender (fatores intrínsecos).

Sabendo disso, eu queria te fazer duas perguntas:

BAIXE GRÁTIS o Ebook O Be a Bá da Criatividade

Desenvolva uma rotina mais criativa! Neste ebook GRATUITO eu compartilho com você 23 ações para lascar fogo no seu gênio criativo. Fáceis de implementar, pra começar HOJE!

  1. Qual tipo de motivação te move no dia a dia?
  2. Qual delas (intrínseca ou extrínseca) você acha que têm mais chance de te aproximar de uma vida mais autoral e criativa?

O primeiro insight que eu quero plantar aí no seu gênio criativo é: enquanto você não abrir espaço na sua vida, na sua ROTINA, para as atividades que te motivam intrínsecamente, vai ficar muito difícil encontrar a motivação que você tanto precisa para realizar aquele projeto ou sonho criativo.

A força de vontade

Com esses 2 fatores tão diferentes em mente, fica mais fácil perceber qual tipo de motivação tem maior chance de sucesso, certo? Só que existe um outro fator que influência isso… a força de vontade. É ELA O GRANDE SEGREDO PARA UMA VIDA MAIS MOTIVADA!

Antes de mais nada é preciso entender que a força de vontade não está sempre à nossa disposição. Sua motivação pode estar lá no teto (no sentido de que você tem metas e planos definidos), mas se a força de vontade para ir atrás do que você deseja estiver no chão, os resultados não serão dos mais animadores.

Entender isso é FUNDAMENTAL.

O nosso cérebro tem um jeito bem peculiar de lidar com a nossa força de vontade.

Gary Keller e Jay Papasan, escritores do livro Foco, a Única coisa, utilizam uma metáfora bem simples pra entendermos como isso acontece:

“Pense na força de vontade como a bateria do seu celular. Toda manhã você começa com a carga total. Conforme o dia passa, sempre que você a emprega, ela diminui um pouco. Então, conforme a barrinha do celular vai diminuindo, o mesmo acontece com a sua determinação, e quando ela fica totalmente vazia, você já era. A força de vontade tem carga limitada, mas pode ser recarregada com um pouco de descanso. É uma energia limitada, porém renovável.”

O segundo insight que eu quero injetar no seu gênio é:  O que você define como falta de motivação pode simplesmente ser… falta de força de vontade 😉

3 atitudes simples para implantar na sua rotina e dar um BOOST na sua motivação!

A boa notícia é que tem jeito SIM de dar a volta por cima e reencontrar o caminho rumo a uma vida motivada e alinhada com o seu propósito criativo de vida. Dá só uma olhada nesse trio de atitudes pra jogar a sua força de vontade lá em cima:

  • Primeira: Cuidar dos assuntos logo após ao acordar, quando a força de vontade é maior. Bateria carregada, motivação renovada;
  • Segunda: Descansar ANTES de começar as atividades que exigiram foco, atenção e dedicação. Lembra que o seu cérebro é como uma bateria de celular, certo? Parar durante o dia para recarregar as baterias é o truque;
  • Terceira: Se alimentar DIREITO! Você sabia que nosso cérebro consome MUITA energia ao focar sua atenção nas tarefas? O que você encara como falta de motivação ou de vontade pode ser apenas… fome 😉 Um lanchinho no meio da tarde pode fazer maravilhas por você!

Eu disse que você não precisava ser nenhum yogui pra encontrar a motivação perdida, né?

Se você quer dar partida em um 2017 muito mais inspirado, motivador e criativo eu preparei um presente incrível pra você:

Nesse ebook GRATUITO eu divido com você 23 ações para implementar no dia a dia e dar um UP não só na criatividade como na vida! Considere-o um guia pra te ajudar a navegar pelos dias difíceis. Estaremos sempre juntos 🙂 BAIXE AQUI!

 

Deixe uma resposta