[VÍDEO] Como acabar de uma vez com a procrastinação e realizar mais!

Se o seu lema de vida é “Deixe para amanhã o que você não precisa fazer hoje”, nós precisamos conversar. Muitas vezes acabamos nos enrolando em tarefas que parecem insignificantes individualmente porque deixamos que elas virem uma bola de neve gigantesca, justamente por não fazermos o que precisa ser feito, na hora em que precisa ser feito.

A boa notícia é que, como quase tudo na vida, isso tem solução. Você precisa apenas descobrir qual tipo de procastinador você é e a melhor maneira de dar um ippon (alô, judocas) na procrastinação 😉

Aperta o play e vem comigo:

Seja a leitura de um livro para o trabalho, ou a ida ao médico que você vive adiando e até o cumprimento daquela promessa de ano novo de se exercitar mais, todo mundo empurra coisas com a barriga em alguma época da vida. Coisas que poderiam ser resolvidas rapidamente e em pequenos passos viram um pilha de tarefas assustadoras para as quais você, convenientemente, nunca tem tempo. Se identificou?

Pois é. A boa notícia é que, como quase tudo na vida, isso tem solução. Você precisa apenas descobrir qual tipo de procastinador você é e a melhor maneira de dar um ippon (alô, judocas) na procrastinação 😉

Vamos conhecer os tipos?

Tipo 1: Malabarista

Você tem muitas idéias e muita coisa pra fazer. Tudo isso te deixa sobrecarregada, eu sei. Você fica variando de uma ideia e projeto para outro mas, de alguma maneira, não termina o que precisa ser feito agora.

BAIXE GRÁTIS o Ebook O Be a Bá da Criatividade

Desenvolva uma rotina mais criativa! Neste ebook GRATUITO eu compartilho com você 23 ações para lascar fogo no seu gênio criativo. Fáceis de implementar, pra começar HOJE!

O que realmente te impede de realizar: Não saber como começar ou como escolher qual tarefa é a mais importante.

Dicas para realizar:
1. Organize por importância: Na segunda feira, arrume todas as suas tarefas da semana em uma lista por ordem de importância e urgência. Exemplo: Alerta!, Terminar até sexta, Pode esperar até amanhã, Quando eu tiver um tempo extra. Tudo o que estiver nessa lista deve ser feito até sexta-feira, de acordo com a especificação dada por você.
2. Diminua as tarefas: Completar algo é um dos maiores motivadores para completar outras coisas. Recarregue sua motivação quebrando as tarefas em pequenos passos, mais fáceis de realizar.
3. Coloque pressão: Na lista do item 1, em uma coluna ao lado, crie consequências reais para cada tarefa não finalizada.
4. Registre: Quando a inspiração bater, grave seus pensamentos em um lugar que seja fácil de ser acessado (cadernos, bloco de notas do celular, gravações de voz) e volte a fazer o que estava fazendo. Mais tarde, adicione essas novas ideias à sua lista de tarefas.

Tipo 2: Paralizada

Você tem a tendência de se afastar de tudo aquilo que sabe que será difícil, ou fica esperando para tomar uma atitude quando alguém a criticar e pedir para que você refaça tudo. Talvez você tenha colocado uma expectativa muito grande sobre sua ideia. Seja lá qual for a questão, ela está de mantendo na expectativa de que tudo tem que ser perfeito. Por isso você nunca começa.

O que realmente te impede de realizar: Relutância ao pensar que pode ser julgada pelos outro e por si mesma.

Dicas para realizar:
1. Pare com a mania de perfeição: A coisa mais importante a fazer é lembrar que nada é perfeito à primeira tentativa. Comece de onde puder e vá ajustando o caminho conforme a coisa se desenrola.
2. Descubra o porque de se você se sentir congelada: Peça a um amigo de confiança que te questione sobre isso. Escute atenciosamente suas próprias respostas.
3. Peça feedback: Peça a alguém cuja opinião importa para você para checar seu progresso de tempos em tempos. Isso irá levá-la a produzir mais e checar se você está no caminho certo.
4. Crie pequenos objetivos: Mesmo a menor tarefa realizade pode te motivar! Comece com a tarefa mais simples e que possa ser realizada hoje.
5. Encontre onde mora a sua ansiedade: Para cada “E se eu fizer isso errado?” que passar pela sua cabeça, pense em resposta “E se eu acertar?”. Manter uma visão positiva é fundamental.

Tipo 3: Falsa ‘calma’

Ok, você é uma das pessoas mais produtivas que conhece. Mas quando você lista todas as suas conquistas ainda encontra alguns itens que insistem em não ser feitos.

O que realmente te impede de realizar: Tédio e uma crença de que essas tarefas não fazem um bom uso do seu precioso tempo.

Dicas para realizar:
1. Encontre os benefícios: Faça uma lista com as tarefas que você tem que fazer mas não são tão empolgantes. Na coluna esquerda, escreva as vantagens de começar agora. Na coluna direita, descreva as consequências em deixá-las para depois. Fixe essa lista em um lugar bem visível.
2. Peça ajuda: Encontre alguém que possa realizar tarefas por você. Quem disse que você tem que fazer tudo sozinha? Todos precisamos de ajuda de vez em quando. Mas cuidado para não transformar essa pessoa em sua escrava 😉
3. Controle: Não permita-se fazer algo que você quer até você fazer algo que não quer.
4. Comprometa-se. Reclame. Reflita: Reclame o quanto quiser, contanto que faça o que tem que ser feito. Com a tarefa completada, compare como você se sente agora e como se sentia antes de terminar.

Pronto, agora você não tem mais desculpas! Toda vez que o palavrão da procrastinação der as caras, você já pode ensinar pra ele uma boa lição 😛

Se você gostou, pode compartilhar a vontade o vídeo nas suas redes sociais. Pode também lascar um joinha no vídeo, além de se inscrever no canal, claro. Assim você não perde nenhuma portagem por lá!

Se você está precisando de um empurrãozinho para mudar as coisas de lugar aí na sua vida, que tal dar uma olhada no meu livro Criatividade Empática Ele pode te ajudar a transformar a sua maneira de encarar a criatividade e a busca pelo seu propósito de vida, sabia?

 

Você gostou desse texto? Então 'bora compartilhar criatividade com a galera!